A ORIGEM DO TEMPO

Antigamente já existia o tempo, só que o céu era muito baixo. Nesta época só existia noite. Os seres vivos viviam na escuridão e a aparência deles era diferente do mundo atual. No entanto não existia a divisão do tempo.
Nessa época só existia cinco pessoas: Rïngkawo, Yawugaprumit, Mawo, Yetxigo e Keretket. Foram elas que deram os nomes aos seres vivos e aos elementos naturais. Yetxigo deu nome ao céu, ao planeta Terra e às árvores, e explicou que a terra se e transformou pelo acúmulo das folhas caídas.
Com o passar do tempo, nasceu Akgru (também chamado de Wokya e Atxi), filho de Wonka e Parangka. Foi dele que surgiu o fogo para a sociedade Ikpeng. Depois de algum tempo nasceram as gêmeos chamados Pomtanom, filhas de Paykure e Yorokgrï. Foram elas que deram origem ao dia, à noite, ao sol e à lua. Também dividiram as horas e juntamente com Rotpotxi, Pïtakiri, Aytxugo e Txigi levaram o céu para o alto, onde está atualmente, porque o sol era muito quente e queimava a pele.
E com passar de tempo, nasceu Kururiku, que deu origem ao milho e a todos os alimentos para a sociedade Ikpeng. Depois nasceu Kuyupare que se transformou no pajé Imere, um ser poderoso que criou a chuva, os rios, os lagos, os córregos e dividiu o tempo em muitas partes, formando calendário tradicional do povo Ikpeng. Foi dele que surgiu a divisão do tempo.

Desenho: Nautyu Txicao