MOYNGO – RITUAL DE INICIAÇÃO DAS CRIANÇAS

O Moyngo é nossa festa de iniciação das crianças que nos foi ensinado pelos pajés Maragareum e Eptxum, nossos antepassados. Ali aprendemos a ser guerreiros, corajosos e resistentes. O ritual é composto por muitas etapas e se estende por vários meses. No final, uma grande caçada coletiva é organizada. Dela participam o wokgioro, o dono da festa – que é o pai ou o avô da primeira criança que foi escolhida para ser tatuar, além dos padrinhos e pais das crianças. Depois de um tempo marcado pelo weru, nosso calendário, um mensageiro é enviado à aldeia anunciando a volta dos caçadores. As mulheres vão até o acampamento onde eles estão para buscar a caça e levar beijus. No dia seguinte, eles chegam na aldeia com uma grande cesta cheia de caças e são recebidos com danças acompanhadas por cantos e flautas.

À noite, inicia-se o Yumpuno. Os padrinhos dançam com as crianças até a madrugada. Ao amanhecer, exaustas, elas são tatuadas com o porotko, espinho de tucum, embebido no sumo de folhas de ankuwingo. Assim estamos preparados para ingressar numa nova fase da nossa vida.
Conheça o filme e os cantos do ritual.

Foto: Karané Ikpeng